De Profundis

De Profundis (2009) não pode ser reduzida a algumas poucas palavras. Não é necessariamente uma qualidade, mas uma caracteristica dessa animação espanhola.

Roteirizada e dirigida pelo quadrinista Miguelanxo Prado, famoso na Espanha desde os anos 80, que alcançou fama mundial quando participou da antologia de Sandman Noites Sem Fim (lançada por aqui pela Conrad). Ele fez também o design de alienígenas no desenho dos Homens de Preto e fez um belíssimo livro ilustrado sobre Belo Horizonte, lançado pela Casa 21, em uma série de livros em que famosos quadrinistas retratam várias cidades do país.

O objetivo do filme era fazer um poema visual. São mais de quinze mil pinturas feitas à mão, um processo que levou por si só metade do tempo de produção, que foi de 4 anos. O restante, foi feito na animação em si, com recursos digitais.

O resultado é belíssimo: agradável aos olhos e aos ouvidos. O filme é uma narrativa sem diálogos, embalado apenas por sons e música para contar a história de um pintor que sai para navegar com os pescadores enquanto sua amada, uma violocenlista que mora numa casa enorme em uma pequena ilha, cercada pelas baleias que vêm sempre ouví-la tocar.

O navio que o homem se encontra então naufraga durante uma tempestade, mas ele sobrevive no fundo do oceano e é conduzido por uma sereia, que lhe apresenta as mais diferentes criaturas, enquanto a mulher de cabelos vermelhos sofre sua ausência. Cada cena que ele vislumbra, remete a uma das suas pinturas, apresentadas logo no início do filme.

O ritmo do filme é lento, suave, o que certamente afastará muita gente. O tom onírico das pinturas a óleo, da trilha e dos eventos não agrada a todos.

Porém, a animação é fantástica: as cores e toda a composição visual são de encher os olhos. As pinturas ganham vida. O filme é bem emocionante e cheio de pequenos detalhes curiosos.

Curiosamente, o diretor galego diz que o filme era para ser uma animação para adolescentes e jovens adultos, especialmente pelo seu ritmo, mas que mesmo crianças de 5 ou 6 anos responderam bem à obra.

Miguelanxo diz que pretende continuar suas aventuras cinematográficas, ainda que não imediatamente, e espera-se que ele melhore cada vez mais com o tempo. Que venha o próximo sonho

About Igor "Bone" Toscano

Já foi MIB da SJGames, playtester, tradutor, revisor, organizador de eventos locais. Só falta mesmo publicar um jogo.
This entry was posted in Filmes. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s