Atenção!: Spoiler

A palavra “spoiler” vem do verbo em ingles “to spoil”, que significa, literalmente, arruinar, estragar… A expressão passou a designar então aqueles que soltam informações reveladoras sobre a trama de livros, filmes, séries, enfim, aqueles que contam o “final” e acabam com as surpresas e também as próprias informações.

Existem aqueles que adoram, existem aqueles que abominam totalmente. Eu mesmo, não me importo com eles, até porque sou da opinião de que, mais importante do que a história em si, é a maneira com que ela é contada. Por isso, me decepciono muito mais com filmes e livros que eu adivinho logo de cara o que está acontecendo, quando deveria ter aquela reviravolta no final do que quando me contam o fim.

A verdade é que, com a internet, a informação flui muito rápido. Especialmente entre os nerds. E não ajuda o fato de que sofremos, na maioria dos casos, com o atraso dos lançamentos de várias coisas por aqui: revistas em quadrinhos levam anos, em muitos casos, para chegarem ao país, após serem lançadas lá fora. Por causa disso, as vezes é inevitável não se deparar com alguma informação indesejada. A melhor forma de evitar toda e qualquer surpresa desagradável é alienar-se, não ver nada relacionado, não assistir ao trailer, fugir dos amigos que comentam sem parar…. bem infernal essa vida.

Mas, afinal, onde começa e onde termina o spoiler? Afinal, muitas vezes, os trailers e releases oficiais já soltam informações que, para alguns, conta mais do que precisavam saber.

Portanto, tentando chegar a uma solução conciliatória entre os maníacos por spoiler e dos paranóicos que evitam spoiler a qualquer custo, venho aqui propor a REGRA DOS 20%!

Consiste no seguinte: todo e qualquer acontecimento do início até (aproximadamente) 20% do final é considerado totalmente, incondicionalmente, “spoiler free”. Ou seja, se um filme tem 2 horas (120 minutos), os primeiros 25 minutos não contém spoilers. Qualquer informação sobre esse pedaço da trama é puramente sumário. Um livro de 200 páginas pode ser contado até a página 40, sem problema algum.

E ai, caro colega, você pode me perguntar o que acontece caso você possua um livro em um formato e o seu coleguinha do lado. Ao qual eu respondo que há duas possibilidades; a primeira é: você se ferrou! Quem mandou comprar uma edição diferente. Ou então: use a droga do BOM SENSO (é uma expressão arcaica, está em desuso há alguns anos, pode ser necessário procurar em um dicionário.

E mais uma coisa, a regra vale para a obra em sua totalidade, do ponto de vista do SPOILER. Ou seja, se vc vai contar a história de uma trilogia, considere os 20% da obra toda, não de cada filme separademente. Ou não, se preferir.

Ah, e spoiler tem prazo de validade. Passados 10 anos do lançamento da obra, não tem mais spoiler. Ela já deixou de ser novidade, já virou cult, já deu tempo de ser toda dissecada, analizada e marcar época. Não tem desculpa.

Pronto, agora não tem mais desculpinhas quando o seu amigo te contar aquele detalhe a mais daquele livro, filme, episódio…. a regra é clara.

About Igor "Bone" Toscano

Já foi MIB da SJGames, playtester, tradutor, revisor, organizador de eventos locais. Só falta mesmo publicar um jogo.
This entry was posted in Filmes, HQs and tagged , . Bookmark the permalink.

3 Responses to Atenção!: Spoiler

  1. Elda King (João Francisco) says:

    Bem interessante, eu mesmo já me deparei com alguns spoilers bem tensos que acabaram com algumas surpresas. Não sou muito radical com isso, mas tem obras que são cheias de plot twists e “surpresas” em que qualquer revelação prévia destrói um pouco o clima. Alguns spoilers também são chatos porque você acompanha a história com um ponto de vista diferente, ou mesmo na expectativa daquilo.
    A regra dos 20% é bem interessante: o começo do livro apresenta os aspectos básicos da história sem muito sobre o desenvolvimento da trama – quase uma sinopse. A única ressalva que eu faço é que no caso de obras “compostas” como trilogias, acho que 20% do conteúdo pode às vezes incluir parte do final de um episódio, então eu recomendaria 20% da primeira obra apenas.

  2. J. Junior says:

    Porra, Bone.
    Deu uma de Inception? Pensei num post quase igual a esse pouco tempo atrás. Juro.

    Mas a minha regras não era de 20%… Que é bem sensata.

  3. Igor Coura says:

    Ensina essa pro Tiago que já ajuda…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s